Pesquisadores fundam Sociedade Científica do Semiárido Brasileiro

Universidade Estadual da Paraíba (UEPB), Instituto Nacional do Semiárido (Insa) e Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE) são as instituições fundadoras.

Representantes de três instituições de educação, pesquisa e extensão se reuniram em Serra Talhada (PE) para a primeira assembleia geral voltada à criação da Sociedade Científica do Semiárido Brasileiro (SCSB). Estiveram presentes 18 sócios fundadores, da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB), do Instituto Nacional do Semiárido (Insa/MCTI) e da Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE), representada pela Unidade Acadêmica de Serra Talhada (Uast) e pela Unidade Acadêmica de Garanhuns (UAG).

A SCSB será estruturada como entidade civil, sem fins lucrativos ou posição político-partidária, voltada para a defesa do avanço científico e tecnológico, bem como do desenvolvimento educacional, da região semiárida. O Insa integra o Conselho Consultivo da entidade, que também contará com pontos focais nos estados do Semiárido e congregará pesquisadores que atuam nas mais diversas áreas.

A intenção é fortalecer a rede com o ingresso de outras instituições de ciência, tecnologia e inovação (CT&I) e atrair o interesse social e político, nacional e internacional, ampliando as possibilidades de financiamento para pesquisa e extensão no Semiárido. Inicialmente, as atividades focarão a temática de produção vegetal, trabalhando para consolidar novos grupos de pesquisa, ampliar as linhas de fomento destinadas à atividade científica e aumentar a qualidade das trabalhos desenvolvidos, bem como a difusão das tecnologias geradas para a comunidade rural.

Fonte: MCTI