ATA DA 3ª. REUNIÃO DA #REDESEMIÁRIDO

ATA DA 3ª. REUNIÃO DA #REDESEMIÁRIDO

 

 

 

Aos 05 dias do mês de março de 2018 estiveram reunidos no Centro de Formação de Professores da Universidade Federal de Campina Grande (CFP/UFCG), situada a Rua Sérgio Moreira de Figueiredo, S/N – Casas Populares, Cajazeiras – PB, 58900-000 representantes de instituições de pesquisa do Semiárido Brasileiro, cito Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), Universidade Federal da Campina Grande (UFCG), Universidade Federal do Vale do São Francisco (UNIVASF), Instituto Federal da Paraíba (IFPB), Universidade Federal do Carari (UFCA). Representaram essas instituições Alcide Almeida, Alfredina dos Santos Araújo, Aline Carla de Medeiros, Allan Sarmento Vieira, Antonio Fernandes Filho, Caetano José de Lima, Cristina Novikoff, Everton Vieira da Silva, Francisco Alves da Silva, Geofábio Sucupira Casimiro, Jackson Roberto Guedes da Silva Almeida, Jacob Silva Solto, Janaina Maria de Amorin P. Camelo, Jean Berg Alves da Silva, João Paulo Sobral Dias Alfonso, Jose Cezario de Almeida, José Ribamar M. de Carvalho, José Roberto Barbosa Braz, Jussara Silva Dantas, Manuel Moisés F. de Queirós, Marcos Vinícius Loiola, Maria Carmen B. de Alencar, Maria Rosilene Cândido Moreira, Mônica Tejo Cavalcanti, Nilton Silva, Patrícia Caneiro Solto, Patrício Borges Maracajá, Raimundo Martins Filho, Ricélia Maria Marinho Sales, Rossino Ramos de Almeida, Virgínia de F. B. Nogueira. Justificaram ausência, Onireves Monteiro de Castro, Josemir Moura Maia, Salomão de Sousa Medeiros e Geovergue R. Medeiros. No turno da manhã, a Professora Cristina Novikoff acolhe os participantes e dirige os trabalhos do dia, chama inicialmente o Professor e Diretor do CFP Antonio Fernandes Filho para abertura dos trabalhos. O Professor Jackson da (UNIVASF) descreveu o surgimento da Rede desde sua primeira reunião realizada até sua fase presente. Esclarece que a Rede inicialmente será implantada com a participação de todas as instituições que atuam no Semiárido e que a proposta é de submissão de um programa de um Doutorado em rede, e que a sede inicial do programa será a UNIVASF. Ao longo da reunião houve diversas discussões com a participação de professores das instituições participantes. O professor Cezário da UFCG descreveu detalhadamente a estrutura física, geográfica e política do CFP, com destaque ao corpo docente e seus cursos. O professor Martins da UFCA fez um breve relato da sua experiência na criação do Programa RENORBIO e do Programa Integrado em Zootecnia, envolvendo a Universidade Federal do Ceará, Universidade Federal da Paraíba e Universidade Federal Rural de Pernambuco. A professora Mônica da UFCG ressaltou o valor de se estudar a região do Parque dos Dinossauros, e que houve uma reunião com o presidente da FAPESQ onde o mesmo destacou a importância desta área de estudo e de disponibilidade de recursos para pesquisas. O Professor Allan da UFCG reforçou a ideia de se considerar na proposta os recursos hídricos.  A professora Rosilene da UFCA reforça a importância da Rede e da observação aos critérios da CAPES pra se pensar a proposta da Rede Semiárido. O professor Moisés da UFCG apresenta a necessidade de se pensar a área de avaliação da proposta. O Professor Nilton da UFCG destacou a importância da inovação tecnológica e social para o Semiárido, ilustrando alguns exemplos de tecnologias, como o da farinha criada pela Pastoral da Criança. A Professora Cristina da UFCG juntamente com o Professor Martins e Rosilene levantam as questões relacionadas ao foco do programa para se pensar tanto a área de concentração como as linhas de pesquisa e a qualificação do professor para aderir a proposta. Professora Cristina apresenta uma tabela de avaliação docente, como sugestão para se eleger os professores para atuar no programa. O Professor Martins endossa essa necessidade, seguindo os critérios de avaliação que constam no APCN Ciências Ambientais 2017. A proposta inicial, vinda das reuniões anteriores seria submeter a proposta na área Interdisciplinar (Meio Ambiente e Agrárias). Resulta da discussão da manhã, que a Rede se afina à área de conhecimento multidisciplinar e que a proposta será submetida na área de “Ciências Ambientais”. Após almoço, foram estabelecidas inicialmente duas áreas de concentração: “Saúde, Sociedade e Recursos Naturais” e “Humanidades, Tecnologias e Diversidade”. Em termos de dar continuidade aos trabalhos, ficou estabelecido que: i) todos os participantes tem a responsabilidade de levar para os seus campi as discussões realizadas e a decisão de encaminhar o formulário de cadastro de docentes a ser preenchido e encaminhado ao professor Jean Berg até a próxima sexta-feira – dia 09/03/2018; ii) de acordo com a avaliação dos formulários será decidido quais serão as linhas de pesquisa do programa e as respectivas disciplinas; iii) o agendamento da próxima reunião ficou na pendência dos itens i e ii. Não havendo mais nada a tratar eu, Cristina Novikoff, lavro a presente ata e dou fé.

Cajazeiras, 05 de março de 2018.

Cristina Novikoff

Assessora de Pesquisa e Pós-Graduação do CFP/UFCG

Participante da Rede Semiárido