A SCSB

Em maio de 2014, durante a realização do I Simpósio Nacional de Estudos para a Produção Vegetal no Semiárido (I SINPROVS) foi iniciada uma discussão sobre a possível Criação de uma Sociedade Científica que pudesse congregar pessoas físicas e jurídicas interessadas em alavancar o desenvolvimento científico e tecnológico no Semiárido Brasileiro. Naquele momento elaborou-se uma carta aberta assinada por 105 pessoas, incluindo pesquisadores, professores, profissionais e estudantes de Graduação e Pós-Graduação. Uma das ações propostas nessa carta foi a criação da Sociedade Brasileira de Estudos para Produção Vegetal no Semiárido (SBPVS).

Entendemos que essa iniciativa possa resultar em benefícios sociais e econômicos para regiões semiáridas do Brasil e do mundo, pois uma Sociedade criada especificamente para esse propósito poderá ser uma ferramenta relevante na defesa dos interesses científicos e tecnológicos em prol do desenvolvimento do Semiárido. Acreditamos que reunir a comunidade científica e demais interessados nesse bioma será estratégico para defender os interesses de todos e atrair o interesse social e político, nacional e internacional, ampliando as possibilidades de financiamento para pesquisa e extensão no Semiárido. Consequentemente, espera-se consolidar novos grupos de pesquisa, ampliar as linhas de fomento destinadas a atividade científica no semiárido, ampliar a articulação entre os agentes políticos, sociais e acadêmicos, qualificando ainda mais as pesquisas no semiárido, bem como a intensidade com que as tecnologias desenvolvidas são transferidas para a comunidade rural.

Ademais, pretendemos investir massivamente em ferramentas de divulgação acadêmica através da expansão do SINPROVS, de publicações relacionadas, bem como na criação e agregação de outros eventos e revistas científicas nacionais e internacionais.

Devemos deixar claro que, sendo uma iniciativa social, para essa proposta se tornar uma realidade precisaremos aumentar, mais ainda, a participação da comunidade científica bem como contar com recursos originados da filiação de associados, parcerias com a iniciativa privada e a oferta de serviços como eventos e publicações em livros e revistas.

Assim, convidamos você a também abraçar essa causa. Através dessa carta circular estamos convidando laboratórios acadêmicos, empresas, ONGs, IES, Programas de Pós-Graduação, Instituições de Pesquisa, Instituições de Extensão Rural, Professores, Alunos de graduação e Pós-Graduação, profissionais liberais, etc. a se associar e abraçar a causa, divulgando as movimentações para a formalização de nossa sociedade. Esperamos que juntos possamos fazer dessa ideia e ideais uma realidade para todos os envolvidos e que possamos defender nossos interesses profissionais.

Agradecemos sua atenção e aguardamos sua associação.

Adriano do Nascimento Simões

Presidente da SCSB